fbpx

3 melhores práticas para infraestrutura de um Data Center

Realizar o processamento de dados de maneira segura é uma das principais tarefas de uma organização. Isso porque, as informações referentes aos clientes, parceiros e funcionamento do negócio são valiosas e precisam de todo o cuidado.

Dessa forma, armazenar os dados contidos nos servidores de forma eficiente se torna indispensável para qualquer empresa que se preze. Por isso, é preciso pensar bem na infraestrutura dos data centers e a maneira como ela vai ser implementada no seu negócio.

Uma vez que a infraestrutura de armazenamento funciona como o coração do data center, possibilitando uma base funcional para cada negócio. Logo, é preciso fazer as melhores escolhas com relação aos data centers, de forma a evitar problemas futuros e propiciar um bom desempenho para sua corporação.

Por isso, separamos neste post 3 práticas fundamentais para uma boa implantação de infraestrutura de data centers. Além disso, reunimos informações essenciais a respeito do tema. Quer saber mais a respeito disso? Continue lendo!

O que são data centers?

Antes de falar sobre as dicas para a infraestrutura dos data centers, é importante relembrar o conceito de data center. Os data centers podem ser compreendidos como estruturas que envolvem a integração entre diversas áreas e sistemas tecnológicos. Assim, o principal objetivo deles é abrigar equipamentos e sistemas de tecnologia da informação de uma empresa.

A infraestrutura dos data centers deve suportar os avanços tecnológicos e concentrar todos os recursos necessários para o gerenciamento de servidores, roteadores e storages. Logo, a escolha dos equipamentos deve ser feita conforme o porte e as necessidades que cada empresa possui.

Em outras palavras, os data centers servem para disponibilizar equipamentos e serviços fundamentais para possibilitar o pleno funcionamento de todos os sistemas de uma organização. Dessa forma, um data center precisa garantir o fornecimento de energia, a disponibilidade de conexão, estabilidade da temperatura e o monitoramento dos equipamentos.

Como é a infraestrutura dos data centers?

Como já foi citado anteriormente, a infraestrutura dos data centers corresponde às demandas de cada negócio. Por isso, além de precisar ser flexível para acompanhar os avanços dos equipamentos tecnológicos disponíveis no mercado, também é necessário contar com uma infraestrutura escalável para que ela possa atender as necessidades futuras da sua organização.

Atualmente existem diversos tipos de data centers disponíveis, que levam em conta o tamanho do negócio e as tecnologias usadas para computação e armazenamento, por exemplo. Assim, um data center tradicional pode aumentar a capacidade de armazenamento a partir da  compra de novos equipamentos. Já um data center na nuvem só precisa ampliar o pacote de serviços contratados.

Apesar das necessidades mudarem de empresa para empresa, em todos os modelos, os data centers precisam garantir requisitos essenciais para o bom funcionamento. Citamos alguns deles abaixo:

Em situações nas quais possam ocorrer problemas no fornecimento, um data center precisa contar com nobreaks para manter o funcionamento do data center por um determinado tempo.

As infraestruturas mais modernas possuem grandes chillers, ou seja, grandes resfriadores de água que mantêm a temperatura ideal no ambiente. Dessa forma, eles podem arrefecer ou resfriar o ar, ou equipamentos conforme necessidade.

Também é recomendado que o prédio conte com um sistema de sprinklers a seco que é ativado apenas na região em que um possível incêndio esteja ocorrendo, assim minimizando os danos aos equipamentos.

Outro ponto importante nos data centers é a segurança de acesso. Dessa forma, é preciso contar com portões, vigilância e segurança de acesso aos equipamentos e ao prédio. Sendo assim, a infraestrutura deve seguir processos rigorosos e utilizar tecnologias avançadas de prevenção de falhas.

fundo azul com a logo da Hybrid no canto direito inferior

Por que utilizar um data center na sua empresa?

Agora que você já sabe o que são data centers e como eles funcionam, vamos entender a importância de utilizá-los no seu negócio. Além da principal, que seria manter os dados da sua empresa seguros e os equipamentos em pleno funcionamento, existem outras vantagens que os data centers podem proporcionar.

Uma delas é investir em uma infraestrutura híbrida que pode ser uma alternativa econômica para a sua empresa. Pois, a união de alguns recursos físicos com a nuvem possibilita custos menores do que um data center tradicional.

Outra opção é contratar uma empresa especializada para cuidar do data center. Dessa maneira, toda a parte de manutenção e atualização se torna responsabilidade da prestadora do serviço.

Optar pelo armazenamento em nuvem em data centers também traz bastantes benefícios, pois todas as formas físicas de backup não precisarão ser utilizadas. Logo, o espaço de armazenamento é expansível e pode ser ajustado de acordo com a necessidade da sua empresa, além de ter fácil acesso a todas as informações relativas ao seu negócio.

3 melhores práticas para infraestrutura de um data center

Algumas práticas podem melhorar a atuação e eficiência dos data centers. Dessa forma, ao seguir algumas dicas, a infraestrutura do data center pode ser melhorada, propiciando uma melhoria na funcionalidade, possibilidade de crescimento, além de minimizar o tempo de inatividade. Vamos conferir quais são elas?

  1. Arquitetura

Pensar na arquitetura da infraestrutura de data centers é essencial para um melhor desempenho. Pois, os equipamentos utilizados em um data center são distribuídos entre vários gabinetes que, frequentemente, são segmentados por função ou departamento.

Logo, é indispensável analisar como esses equipamentos vão ser conectados, de forma a facilitar o trabalho de todos os envolvidos, principalmente os responsáveis pela manutenção da tecnologia.

Assim, é preciso pensar na topologia que será utilizada para a distribuição de cabos e equipamentos de conexão. Uma boa sugestão é analisar as topologias mais comuns e escolher com base no tamanho e complexidade do data center do seu negócio.

  1. Organização e documentação

À medida que os data centers crescem, consequentemente, a infraestrutura também vai precisar evoluir. Dessa forma, se o crescimento não foi planejado de maneira correta no projeto inicial, isso pode se tornar um grande problema futuramente.

Uma alternativa para diminuir os efeitos da mudança é implementar e cumprir um esquema de rotulagem, além de contar com um processo de gerenciamento de mudanças para atualizações e adições de equipamentos. Quanto mais organizadas forem as coisas, menores são as chances de elas se tornarem disfuncionais.

Sendo assim, se o gerenciamento de cabos não for projetado na infraestrutura inicial, o cabeamento pode se tornar uma grande bagunça. Assim, se as coisas saírem do controle, pode ser necessário realizar uma limpeza do data center, o que pode gerar inatividade e gerar custos para a empresa.

  1. Escalabilidade

Atualmente, com a evolução da internet e a imersão nas tarefas diárias, as demandas sobre os data centers estão em constante aumento, independentemente do tamanho da organização, assim também é possível que exista a necessidade de aumento no espaço físico.

Assim, como o espaço físico demanda, na maioria das vezes, tempo e dinheiro, não é vantajoso incorporar ao projeto o aumento do espaço físico não utilizado. Mas é possível otimizar o uso do espaço disponível instalando racks com algumas características como:

Conclusão

Como foi possível perceber, a implantação de um sistema de armazenamento de data center funcional pode trazer inúmeros benefícios para a sua organização. Dentre eles, está  o crescimento da estrutura em conjunto com os dados, gerenciamento simplificado, além de  proporcionar eficiência.

Portanto, as 3 práticas citadas neste post para infraestrutura de data centers podem trazer benefícios a longo prazo, além de uma vantagem competitiva para a sua organização com relação às demais empresas.

banner news

Parceiros